Resenha – Pincéis Dailus, Ecotools e Belliz

Há um tempo que eu tava um pouco carente de pincéis novos, mais macios. Aproveitei pra passar na Sumirê aqui em Amparo-SP pra ver se encontrava.

Acabei comprando 3 pincéis para olho da Dailus: 7, 8 e 18.

Pinceis Dailus

Eles são super macios e foram bem baratos, R$4,25 os dois primeiros e R$8,25 o de esfumar.

Também comprei 2 pincéis para pele, um para base da Ecotools, o Custom Coverage Buffing que é absurdamente macio, parece um mini-kabuki, então a base não fica marcada com as riscas do pincel, custou R$20,90.

Colagem2

E o segundo foi o pincel de blush da Belliz, entre todos os outros ele tem as cerdas mais durinhas e achei até que pinica um pouco a pele, infelizmente na hora não abri a embalagem pra testar (vivendo e aprendendo), é o único que não recomendo, fiz o teste de puxar as cerdas em casa e 2 já saíram… Custou R$8,50.

Colagem 3

Perdoem as unhas peladinhas e com as cutículas secas, to dando um tempo pra elas respirarem!

heart213

Espectro – Curta Metragem

Oi gente! Hoje tenho um assunto bem legal pra falar, é sobre o curta metragem Espectro, do diretor Fernando Negrovsk. Eu nunca fui chegada em curtas, mas esse me surpreendeu por abordar um tema tão delicado como o autismo de forma sutil, artística. Me senti muito orgulhosa principalmente por ser uma produção brasileira, onde o cinema cada vez mais apela pra filmes de comédia pra conseguir conquistar seu espaço, enquanto há produções como essa, que não perdem nada pra filmes grandes bilheterias em questão de produção, roteiro e edição.

Recomendo à todos que assistam o curta, podem ter certeza de que serão 18 minutos muito bem gastos, sobre um assunto que as pessoas até conhecem, mas não fazem ideia do cotidiano das famílias que convivem com essa doença.

Não esqueçam de curtir e compartilhar com os amigos!

heart213

Apps que não vivo sem

Essa semana resolvi formatar meu celular pra dar aquela limpada boooa nas porcarias, ele tava reiniciando o tempo todo apesar de rodar belezinha, espero que isso resolva… Daí surgiu a ideia pra esse post, resolvi contar aqui quais são os primeiros apps que eu baixo assim que acabo de iniciar o sistema.

O SwiftKey é um dos teclados mais inteligentes da Play Store, ele aprende as palavras conforme você digita, chegando ao ponto em que ele sabe as palavras que você vai digitar! Há poucos meses ele ficou gratuito e com temas lindos, recomendo muito.

Acho que todo mundo já conhece esse, existem muitos outros apps de nuvem por aí, mas quando comprei meu tablet ganhei 50GB gratuitos pra usar no Dropbox por alguns anos, daí acabei migrando pra lá já que o espaço no meu Google Drive tava acabando… Ele também funciona pelo navegador e pelo desktop, com sincronia automática em todos. Uma das melhores coisas que eu já fiz foi substituir meu pendrive por ele quando preciso movimentar meus arquivos entre meu PC e o da faculdade.

  • WhatsApp (Free; U$ 0,99 após 1 ano de uso)

Esse dispensa explicações né? Tenho que instalar logo pra poder avisar as pessoas que o celular tá vivo de novo hahahaha

Ambos são meio controversos… Acho a programação deles péssima, lenta e lotada de bugs, mas que vida social sobrevive sem né? Então o jeito é aprender a conviver com os bugs e não deixar os amigos na mão hahaha

Esse aqui é o que há pra praticidade, ele automatiza várias ações no celular conforme o que você programar. Por exemplo, eu uso ele pra abrir automaticamente o app de música quando conectar meu fone de ouvido, pra desligar o bluetooth quando desconectar do carro, desligar 3G depois da meia noite e ligar wifi, etc.

Básico né? Melhor coisa pra fazer quando bate o tédio é ficar fuçando as fotos da timeline e vendo tags interessantes.

São meus apps básicos pra edição de fotos antes de postar no Instagram ou outras redes sociais. Pra mim o VSCO tem os melhores efeitos entre todos os apps de foto que já usei, a interface é super limpa e as fotos salvam com uma resolução absurda. Já o Afterlight eu peguei logo que lançou pra Android por causa do hype que ele tem no iOS e não achei tuuuudo isso, os efeitos são bem bonitos, mas a foto perde muita qualidade… Deixo no cel pra ter uma segunda opção.

  • Spotify (Free; assinatura premium R$ 14,90/mês)

Já falei dele no primeiro post de música da semana, é o meu favorito pra ouvir músicas e não vivo sem, nem no PC, no tablet ou onde for hahaha

Recentemente (sim, eu demorei) descobri a magia dos podcasts, como viajo todos os dias e perco umas 4 horas da minha vida sem fazer nada eu resolvi me aventurar nesse mundo e o Podkicker é básico, funcional e eficiente. É só dar subscribe nos seus canais favoritos que ele automaticamente cria um feed com os programas mais recentes e deixa você ouvir por stream ou baixar no celular pra ouvir quando estiver sem internet, tudo isso de graça.

  • SD Maid (Free; versão Pro R$ 5,18)

Voltando ao início do post, o SD Maid é um app que vai fazer uma boa limpa nos arquivos do celular, ele localiza cadáveres (arquivos que não são mais utilizados por nenhum aplicativo), possui um gerenciador de arquivos e um limpador de sistema (pastas vazias, etc) e com a versão Pro também pode localizar arquivos duplicados, limpar cache, entre outros. Já testei diversos aplicativos de cache cleaner e só o SD Maid me pareceu completo suficiente, por isso acabei comprando a versão Pro.

Espero que tenham gostado das dicas, deixem nos comentários os aplicativos que vocês acham essenciais.

Review de The Sims 4

08-09-14_14-57

É gente… Eu não resisti e acabei comprando o TS4 pela Nuuvem semana passada :S Por um momento quase peguei a Digital Deluxe pela Origin, mas não to podendo comprar o jogo à vista e a Nuuvem parcela tranquilamente qualquer jogo pelo PagSeguro ~fica a dica~.

Antes de qualquer coisa, preciso dizer que eu to AMANDO o jogo. Ele basicamente é tudo que o TS3 deveria ter sido, pelo menos pra mim, já que a jogabilidade do The Sims 2 era bem mais fácil e mais leve pra jogar.

Vamos começar pelo CAS (Create A Sim), que muitos já devem ter jogado ou pelo menos visto uma screenshot por aí já que foi lançado como Demo. A customização de corpo e rosto ficou muito mais intuitiva, selecionando a parte que você quer modificar direto no corpo do Sim e arrastando, ficou muito mais fácil de fazer eles parecidos com pessoas reais (ainda que não perfeitamente, já que o visual do jogo agora é mais cartunizado que realista).

Eu FINALMENTE consegui fazer uma Sim que tivesse pelo menos uma leve semelhança comigo, coisa que nunca consegui no The Sims 2 ou 3.

Minha Sim!

Comecei jogando sem nenhum conteúdo personalizado pra poder aproveitar o que o jogo tem pra oferecer limpo e não senti falta de nada, a variedade de cabelos é boa, de roupas também e todos os objetos de compra/construção são bem bonitos e bem desenhados, já passei mais de 4 horas construindo uma casa pra acertar todos os detalhes hahaha

Casa feita só com conteúdo do próprio jogo.

A jogabilidade é muito boa, você dificilmente fica sem saber onde ir porque acrescentaram diversos objetivos no jogo, seu “desejo pra vida toda” do TS3 agora pode mudar quando você bem quiser, e cada um possui várias etapas pra você completar e conseguir um traço novo como recompensa.

Quadro que ela pintou quando estava com o humor “furiosa”

As emoções são uma diversão à parte, é tudo que faltava pro jogo parecer finalmente completo. Quem jogou os anteriores vai saber a sensação de fazer uma escolha errada e ser demitido, de a diretora ligar porque você esqueceu de mandar o filho pra escola… Bem, agora tudo isso impacta na emoção dos Sims, as crianças chegam com humores diferentes dependendo de como foi o dia na escola, seu Sim vai ficar mais estressado no trabalho, ficar triste quando for demitido, ficar envergonhado quando falar alguma besteira.

Com multitasking os Sims podem interagir enquanto comem, cozinham, estudam…

Já consegui construir uma família com 2 filhas, uma delas adolescentes, o marido da minha Sim já ficou idoso e ela também tá no caminho, mas ainda assim tenho muita coisa pra completar com todos os 4. Pra quem já jogou The Sims, recomendo demais jogar esse, e pra quem nunca jogou aproveite porque não é sempre que a EA acerta em algum jogo…

Espero que tenham gostado do post, beijos!