Apps que não vivo sem

Essa semana resolvi formatar meu celular pra dar aquela limpada boooa nas porcarias, ele tava reiniciando o tempo todo apesar de rodar belezinha, espero que isso resolva… Daí surgiu a ideia pra esse post, resolvi contar aqui quais são os primeiros apps que eu baixo assim que acabo de iniciar o sistema.

O SwiftKey é um dos teclados mais inteligentes da Play Store, ele aprende as palavras conforme você digita, chegando ao ponto em que ele sabe as palavras que você vai digitar! Há poucos meses ele ficou gratuito e com temas lindos, recomendo muito.

Acho que todo mundo já conhece esse, existem muitos outros apps de nuvem por aí, mas quando comprei meu tablet ganhei 50GB gratuitos pra usar no Dropbox por alguns anos, daí acabei migrando pra lá já que o espaço no meu Google Drive tava acabando… Ele também funciona pelo navegador e pelo desktop, com sincronia automática em todos. Uma das melhores coisas que eu já fiz foi substituir meu pendrive por ele quando preciso movimentar meus arquivos entre meu PC e o da faculdade.

  • WhatsApp (Free; U$ 0,99 após 1 ano de uso)

Esse dispensa explicações né? Tenho que instalar logo pra poder avisar as pessoas que o celular tá vivo de novo hahahaha

Ambos são meio controversos… Acho a programação deles péssima, lenta e lotada de bugs, mas que vida social sobrevive sem né? Então o jeito é aprender a conviver com os bugs e não deixar os amigos na mão hahaha

Esse aqui é o que há pra praticidade, ele automatiza várias ações no celular conforme o que você programar. Por exemplo, eu uso ele pra abrir automaticamente o app de música quando conectar meu fone de ouvido, pra desligar o bluetooth quando desconectar do carro, desligar 3G depois da meia noite e ligar wifi, etc.

Básico né? Melhor coisa pra fazer quando bate o tédio é ficar fuçando as fotos da timeline e vendo tags interessantes.

São meus apps básicos pra edição de fotos antes de postar no Instagram ou outras redes sociais. Pra mim o VSCO tem os melhores efeitos entre todos os apps de foto que já usei, a interface é super limpa e as fotos salvam com uma resolução absurda. Já o Afterlight eu peguei logo que lançou pra Android por causa do hype que ele tem no iOS e não achei tuuuudo isso, os efeitos são bem bonitos, mas a foto perde muita qualidade… Deixo no cel pra ter uma segunda opção.

  • Spotify (Free; assinatura premium R$ 14,90/mês)

Já falei dele no primeiro post de música da semana, é o meu favorito pra ouvir músicas e não vivo sem, nem no PC, no tablet ou onde for hahaha

Recentemente (sim, eu demorei) descobri a magia dos podcasts, como viajo todos os dias e perco umas 4 horas da minha vida sem fazer nada eu resolvi me aventurar nesse mundo e o Podkicker é básico, funcional e eficiente. É só dar subscribe nos seus canais favoritos que ele automaticamente cria um feed com os programas mais recentes e deixa você ouvir por stream ou baixar no celular pra ouvir quando estiver sem internet, tudo isso de graça.

  • SD Maid (Free; versão Pro R$ 5,18)

Voltando ao início do post, o SD Maid é um app que vai fazer uma boa limpa nos arquivos do celular, ele localiza cadáveres (arquivos que não são mais utilizados por nenhum aplicativo), possui um gerenciador de arquivos e um limpador de sistema (pastas vazias, etc) e com a versão Pro também pode localizar arquivos duplicados, limpar cache, entre outros. Já testei diversos aplicativos de cache cleaner e só o SD Maid me pareceu completo suficiente, por isso acabei comprando a versão Pro.

Espero que tenham gostado das dicas, deixem nos comentários os aplicativos que vocês acham essenciais.